Pé de Meia: Programa do Governo

O Pé de Meia é um programa Criado pelo Governo Federal do Brasil, para dar auxílio a estudantes de baixa renda que estejam matriculados no ensino médio público.

O objetivo do programa Pé de Meia é incentivar os alunos a permanecerem frequentes no período escolar, chegando assim a conclusão do ensino médio. O Governo irá destinar um recurso financeiro mensal que será pago por etapas, para estudantes que cumprirem os requisitos previstos nas regras do Programa.

Este site é informativo e foi criado para auxiliar os estudantes que procuram informações sobre o benefício. Navegue pelo conteúdo abaixo e tire todas as suas dúvidas, como se cadastrar, quem tem direito, quais os valores, quando será pago e como sacar.

[toc]

O que é o Pé de Meia e como vai funcionar?

Programa Pé de Meia: o que é, como funciona

O programa Pé de Meia passou a vigorar a partir da lei 14.818/24, com intuito de estimular estudantes da rede pública a concluírem seus estudos, mediante incentivo em dinheiro. 

Ele ajuda a reduzir as desigualdades, contribuindo para a democratização do acesso à educação e para a promoção da inclusão social. 

Ao todo, o programa deverá beneficiar em torno de 2,5 milhões de alunos de escolas públicas. O valor investido pelo governo será em torno de R$ 7,1 bilhões por ano. Para saber mais, continue lendo!

O que é o programa pé de meia?

O programa Pé de Meia serve como um incentivo para estudantes, desenvolvido pelo governo federal, com o intuito de proporcionar a permanência e a conclusão escolar de alunos matriculados no ensino médio da rede pública no país. 

O governo estima uma poupança de até R$ 9,2 mil para cada estudante, distribuído ao longo de três anos. Assim, abrange os que finalizarem os três anos do ensino médio e fizerem o Enem. 

Como funciona?

O Pé de Meia funciona como uma espécie de poupança para os estudantes de baixa renda, incentivando-os a permanecerem na escola até a conclusão do ensino básico. 

Assim, busca-se combater a evasão escolar e incentivar os estudantes a concluírem o ensino médio, proporcionando-lhes uma oportunidade de acesso ao ensino superior e melhores perspectivas futuras. Veja quem pode receber o pé de meia.

O público-alvo é composto por:

  • estudantes de 14 a 24 anos, matriculados no ensino médio público;
  • estudantes de 19 a 24 anos, matriculados no EJA (educação de jovens e adultos). 

Além disso, a família do estudante precisa ser parte do CadÚnico (Cadastro Único).

Quanto os estudantes vão receber em dinheiro?

São quatro tipos de ações no programa Pé de Meia: 

  • Incentivo matrícula – pago uma vez no ano, no valor de R$ 200;
  • Incentivo frequência – leva em consideração a frequência escolar mínima de 80% das horas letivas; o valor pago em cada ano do ensino médio é de R$ 1.800; 
  • Incentivo Enem: pago ao estudante que realiza o Enem, no valor de R$ 200;
  • Incentivo Conclusão: pago após obtenção de certificado de ensino médio, no valor de R$ 1.000. 

Ao final de três anos, o estudante receberá o total de R$ 9,2 mil, distribuídos a cada ano. 

Quais são as vantagens?

Entre as vantagens do programa Pé de Meia, podemos destacar: 

  • incentivo à educação para estudantes de baixa renda;
  • maior permanência escolar;
  • redução da evasão escolar;
  • estímulo à conclusão do ensino médio;
  • oportunidade de ingresso no ensino superior;
  • promoção da igualdade de oportunidades educacionais;
  • combate às desigualdades socioeconômicas;
  • inclusão social por meio da educação;
  • melhora das perspectivas de emprego e renda no futuro;
  • estímulo ao desenvolvimento pessoal e profissional;
  • valorização do ensino básico como base de transformação social;
  • apoio financeiro para despesas relacionadas à educação;
  • ampliação das chances de ascensão social;
  • promoção do acesso a melhores oportunidades de vida.

Agora você já sabe o que é o Pé de Meia, como funciona, os valores pagos e as vantagens para redução da desigualdade social. Continue lendo outros artigos do blog e mantenha-se informado!